AVENGED SEVENFOLD - THE WICKED END

Loading...

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Resposta 2 do Grupo II da ficha de avaliação

2. Em países em que a criminalidade sobe em flecha têm-se organizado enormes manifestações em favor da aplicação da pena de morte.
Haverá o direito de matar os criminosos?


Na minha opinião, não há o direito de matar um/ vários criminosos. Sou a favor do sofrimento de um criminoso, mas não da pena de morte. Seremos nós um ser superior capaz de julgar conscientemente sobre a vida de um outro ser humano? Algumas pessoas nem sequer são capazes de julgar sobre a sua própria vida para o dia-a-dia, será que essas pessoas são capazes de colocar no "corredor da morte" um homem que, quando o vêem sentado no "banco dos réus", o intitulm de criminoso sem primeiro ouvir os factos? Não sei se a minha opinião importaria, mas eu acho que um ser humano não deve decidir se um outro ser humano deve morrer "frito" numa cadeira eléctrica ou permanecer vivo e encarcerado numa prisão atá ao fim dos seus dias (se for esse o caso). Não, isso cabe a um ser superior, ao qual os Católicos chamam Deus, os Muçulmanos chamam Allah, os Budistas chamam Budda e os Judeus chamam Jeová. É esse ser superior que devia ter julgado Sadam Houssein e muitos outros casos da actualidade. Não me venham aqui dizer que estas pessoas, uma vez presas, iriam comandar ataques terroristas atravás duma "solitária" da prisão de Guantanamo. Matá-las não iria resolver o problema, porque estas organizações não têm um chefe específico. Ou serão as penas de morte um aviso de "Não páras de fazer bombas e vais para a cadeira eléctrica"? Se for, deixem-me dizer o seguinte: vocês são piores do que eu a dar avisos. Quando um governo mata uma pessoa que cometeu um genocídio, é para fazer homenagem às vìtimas? Estão-se a tornar também assassinos. Em vez de matarem podiam fazer um memorial e deixavam o assassino "apodrecer" na prisão. Se calhar dormiam melhor à noite. Custa-me tanto estar a escrever isto, sabendo que há pessoas conscientes neste mundo. As pessoas dizem: "Vamos ser conscientes e ajudar a reconstruir o Haiti". Que tal também pararem com estas manifestações a favor da pena de morte?
Esta é a minha opinião, lê quem quer, tal como pensa quem quer.

Resposta escrita pelo aluno Filipe Monteiro, nº8

Sem comentários:

Enviar um comentário