AVENGED SEVENFOLD - THE WICKED END

Loading...

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Sócrates

(c.469-399 a.C) Uma das figuras mas carismáticas e enigmáticas da HISTÓRIA DA FILOSOFIA. Embora não tenhamos conhecimento de qualquer escrito seu, a sua influencia sobre os filósofos gregos posteriores foi enorme. Pouco mais se sabe acerca da sua vida, alem que participou na guerra do Peloponeso e foi condenado à morte sob a acusação de impiedade, de nao acreditar nos deuses da cidade, de introduzir novos deuses e de corromper a juventude. Pouco se sabe também acerca do seu pensamento, apesar de ser protagonista de muitos dialogos de PLATÃO, pois é dificil diferenciar o Sócrates histórico da personagem Platónica. Para Sócrates a FILOSOFIA é um modo de vida, e por isso, fazia filosofia na ágora(praça publica), no ginásio ou nas ruas de Atenas, dialogando com quem dispisesse a investigar com ele qualquer CONCEITO MORAL. Começava por pedir ao seu interlocutor a DEFINIÇÃO de uma virtude, como a JUSTIÇA, e depois, através de perguntas e respostas, fazia-o chegar a uma conclusão contraditória com a definição que tinha apresentado. Com este metodo de REFUTAÇÃO procurava mostrar áqueles que pertendiam ser sábios que as suas crenças eram inconscientes e, deste modo, leva-los a formular creças mais adquadas. Apesar de afirmar de não saber as respostas ás questões que punha sobre as definições, há algumas ideias que pareçe ter assumido. As mais importantes são que a virtude, embora não possa ser ensinada, é CONHECIMENTO; Que ninguem faz o mal voluntáriamente; Que não se pode fazer mal a um homem bom; Que é pior fazer do que sofre o mal; E que todas as virtudes se reduzem a uma, o conhecimento do que é e não é bom para um ser humano.

Sem comentários:

Enviar um comentário