AVENGED SEVENFOLD - THE WICKED END

Loading...

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Relatório de Filosofia



Relatório do filme “Sinais do futuro” relacionado com a matéria em estudo na disciplina de Filosofia.



Na última aula de filosofia ocorrida no dia 7 de Dezembro de 2009, visualizamos um filme cujo conteúdo relacionava-se com a matéria que temos vindo a estudar. Após a visualização desse filme a professora Diana Tavares pediu-nos que definíssemos alguns conceitos baseando-nos no filme e outros que apareciam no filme como Livre arbítrio, determinismo, kabbalah e numerologia, passando a ser nosso objectivo responder a uma pergunta pertinente colocada pela professora: Acreditas no destino?



Antes de começar a definir os conceitos pedidos pela professora considero necessário apresentar um pequeno resumo do filme.


A história começa em 1958 numa escola onde vai ocorrer uma cerimónia, em que os alunos têm que desenhar como vais ser o seu futuro e depois os desenhos são postos numa cápsula do tempo que só será aberta decorridos 50 anos, esta ideia veio de uma aluna chamada Lucinda que preenche toda a sua folha com números. A folha de Lucinda é entregue a um rapaz cujo pai é um professor que acredita no livre arbítrio, porém após a descoberta do significado da sequência dos números escritos muda de opinião e começa a acreditar no determinismo. A sequência dos números revela a data, as mortes e o local (latitude e longitude) de catástrofes, essa sequência foi escrita antes dessas catástrofes acontecerem porém maior parte desses acontecimentos já ocorreram e alguns estão para acontecer, o professor tenta impede-los de acontecerem com a ajuda da filha de Lucinda.



Livre arbítrio: Teoria que considera que tudo acontece por coincidência ou seja nada está premeditado, somos nós que controlamos as nossas acções. No filme a personagem principal acredita nesta teoria, porém vai mudar a sua opinião depois dos acontecimentos em que se vê envolvido.



Determinismo: Teoria que contradiz a do livre arbítrio, esta teoria considera que á uma razão para todos os acontecimentos no mundo e acções humanas, e que estes são provocados por um conjunto de circunstâncias anteriores.


No filme o determinismo é nos mostrado através da folha que Lucinda escreveu, pois os números determinavam acontecimentos que ainda não tinham ocorrido.


Numerologia: Estudo da simbologia dos números, uma das áreas de estudo da kabbalah, teoria que acredita na essência dos números e na influência que exercem sobre o ser humano.


Este assunto é referido no filme, quando o amigo do personagem principal diz que aqueles números escritos na folha não têm qualquer lógica como a numerologia, a kabbalah e os números pitagóricos.


kabbalah: Interpretação alegórica do Velho Testamento entre os antigos Judeus, a kabbalah é constituída por 10 bolas numeradas de 1 a 10 que ajudam ao autoconhecimento e ao conhecimento do Universo. A cada número está associado um anjo sendo que a kabbalah representa todo o bem e na kabbalah invertida cada número representa um demónio sendo que a kabbalah invertida representa todo o mal.














Kabbalah invertida e kabbalah respectivamente.


Destino: Fixa de maneira irrevogável o curso dos acontecimentos.



Após a definição destes conceitos vou por fim responder á pergunta feita pela professora: Acreditas no destino?


Porém antes de responder vou definir o que considero que é o destino.


No meu entender Deus como ser superior, tem uma missão para cada um de nós ou seja tem expectativas do que podemos vir a ser ou seja cria o nosso destino porém considero que não nos é obrigatório concretizar esse destino, como disse são expectativas logo podemos atingi-las e até ultrapassa-las como também podemos nem sequer chegar lá perto. Eu vejo isto como sendo quase uma opção pois nós é que escolhemos e assumimos responsabilidades pelas decisões que tomamos, acho que Deus só intervém dando-nos as possibilidades e consequências dessas mesmas escolhas e não acredito que já estivesse predestinado que eu iria fazer aquela escolha mas sim que haja sempre uma razão para essas mesmas escolhas. Também acredito que essas possibilidades e ofertas de escolhas nos é dada consoante o ambiente (meio) em que nos encontramos e as escolhas dos outros que também nos afectam e que podem modificar o nosso futuro, por isso é que é tão importante reflectirmos nas nossas acções e nas nossas escolhas para que não nos afectem negativamente e para que as consequências dessas escolhas sejam boas tanto para nós como para os outros. Para finalizar vou responder á pergunta.


Sim, considero que de certa maneira acredito no destino.

Sem comentários:

Enviar um comentário